Posted tagged ‘brasileira’

Problema Cultural é achar que a cultura tem problemas

novembro 12, 2007

Vendida!“Temos que lidar ainda com o problema cultural do brasileiro, que prefere ter as coisas de graça”Andréa Fornes, produtora executiva do MSN em entrevista para a Rolling Stone de novembro de 2007.


Somente uma revista estrangeira que tenta corromper a cultura nacional poderia entrevistar uma funcionária brasileira (tamém vendida para o estrangeiro) que tem o despeito de fazer críticas negativas ao próprio país. Onde já se viu tamanho atrevimento em dizer que o Brasil tem um problema cultural?!

Primeiramente não existe ‘problema cultural’. Existe ‘característica cultural’. Se a senhora Andréa tivesse cursado pelo menos um período de antropologia na faculdade (se é que ela cursou a faculdade), saberia que a análise de uma cultura deve ser desprovida de parcialidade e preconceitos. A politização da relação observador-observado na pesquisa antropológica é um conceito que qualquer criança de hoje conhece! Que vergonha, senhora Andréa!

Onde está a revista REALIDADE?Segundo a análise da produtora executiva do MSN, preferir coisas de graça é uma característica brasileira. Concordo e é com muito prazer que constato que a influência da nossa cultura é tão forte, que ultrapassou nossas fronteiras geográficas e se alastrou pelo mundo inteiro com uma força muito maior do que o nosso pau-brasil, futebol ou o Cansei de Ser Sexy. É o Brasil abrindo o caminho para uma novíssima tendência nunca vista antes em nenhuma parte do mundo e em nenhum momento da história: preferir ter coisas de graça!

2014 – Sonho que se sonha junto é realidade!

novembro 1, 2007

Dunga, o anão verde e amarelo!“O povo tem de se unir, todo mundo tem de remar na mesma direção. Vamos mostrar ao mundo a nossa capacidade. Vamos mostrar a capacidade que temos no Carnaval também na Copa do Mundo.”Dunga

Faço minhas palavras as de Dunga, que é o meu terceiro anão preferido dos sete. Agora, mais do que nunca, o povo deve lutar pela copa com quase nenhuma roupa, ouvindo samba nas alturas e com a mulher do Hans Donner como mascote oficial para o evento. Vamos gritar em uníssono e com uma voz monotônica: “Brasil, nota… DEZ! Alemanha, Seeete e meeeio!“. Vamos rodar o tamborim na ponta dos dedos, nos exibir com um sorriso de 1000 dentes na frente dos gringos e ganhar uns Euros com toda nossa ginga natural!

2014! Vamos lá!

É oficial! A Copa do Mundo é nossa! Com brasileiro não há quem possa! Falta só oficializarem no ano que vem a nossa vitória. Eu acredito que deve ser uma evolução natural para o futebol mundial. Vou além: acho que é um direito sagrado!

Eu não acredito numa taça de ouro – essa todo mundo sabe já foi roubada e derretida aqui mesmo nesse país maravilhoso! Eu vejo a taça como uma espécie de coroa de ouro e o Brasil como o detentor natural do título para toda a eternidade e mais um pouco. O futebol do brasileiro é um presente de Deus e por conseqüência o título também é um direito concedido por Ele (que é brasileiro).

Devemos assumir nosso papel teocrático e instituir o nosso direito divino pelo título já das próximas Copas. Essa pode ser a estratégia vencedora para que o Brasil finalmente atinja a categoria de nação de primeiro mundo! Não só pelo respeito que merecemos, mas pelos bens financeiros que isso traria para o país.

Uma vez determinado que os próximos títulos já são do Brasil, o povo Brasileiro ficaria ainda mais eufórico e cheio de energia! O orgulho saltaria através do peito e a felicidade, que é marca registrada do nosso povo (junto com a exploração sexual de menores), se acumularia em um só sorriso verde e amarelo! E tudo isso – agora vem a parte boa – sem precisar assistir a nenhum jogo! Ninguém matará trabalho, sairá mais cedo, chegará mais tarde e o crescimento do PIB brasileiro irá ultrapassar nosso céu risonho e límpido para finalmente nos trazer a glória que essa terra adorada tanto merece.

A FIFA já até elegeu o nosso novo representante encarnado com poderes divinos: Paulo Coelho! Muito melhor do que o Pelé, que só fez a mágica de comer a Xuxa nos anos 80, Paulo Coelho faz a mágica de encarnar o Pedro Malasarte literário e todo mundo achar bonito. Além do mais, se coroado, será nosso rei eterno porque o cidadão além de tudo é imortal. Não precisamos de mais nada nesse país. Acorda Brasil!

Tô fortinho?