Posted tagged ‘mulatas’

2ª Reforma Territorial

novembro 28, 2007

“Tenha em mente que ‘o mar chora por não banhar Goiás’

e faça algo a respeito. Acho justo.” – Comentário de Amilton

para a 1ª Reforma Territorial

 

Não só justo, como uma excelente sugestão. Nossos cartógrafos patriotas já se encarregaram de calcular a quantidade de área que Minas Gerais adquiriu na1ª Reforma e planejaram um caudaloso e imponente rio navegável com a mesma área (só que esticadim, né?. Dessa forma Minas Gerais não provoca inveja nos estados vizinhos e ainda ganha uma nova rota de comércio fluvial, portos e milhares de oportunidades de trabalho (assim como também a Bahia e o não tão mais choroso Goiás).

Sugestão 1b

 

 

Goiás será extremamente beneficiado e ganhará poderio econômico suficiente para que nas próximas reformas possa fazer o impensával: expelir Brasília, esse corpo estranho em forma de Vaticano herege, e recobrar o território de Tocantins, que como todo mundo sabe, nunca foi realmente um estado.

 

Obrigado, Amilton! O senhor inegavelmente é um patriota!

Anúncios

Vai não Vai

novembro 13, 2007

Denunciei irregularidades da Vai-vai e sou acusado de racismo pelo presidente da escola de samba

 

Foi-foi?

“(…) Amigos leitores, hoje escrevo por ter me tornado uma pseudocelebridade e um possível candidato ao IML. Ao abrir o jornal O Estado de São Paulo de 09/11/2007, percebo que minha luta pelo cumprimento das leis está tomando as proporções devidas. O Jornal da Tarde publicou a mesma matéria, porém mais completa. O Portal da Oi também publicou na íntegra, leia aqui.

 

Ao contrário do que se alardeia, não estou em uma cruzada contra as culturas populares, o samba, as etnias, ou sei lá o que mais quiserem me acusar. O que quero é que cessem os ensaios ao ar livre, que próximos ao Carnaval, chegam a ser três na mesma semana. Sugiro que os ensaios sejam realizados no sambódromo até que a escola construa um galpão com estrutura para realizar seus “eventos”.

 

Sou ameaçado categoricamente por uma acusação de racismo e crime de preconceito por ter feito um videodenúncia (você também pode ver clicando aqui, aqui ou aqui) com quase todas as irregularidades que a “escola” de samba Vai-vai, cujo porta-voz é seu presidente Tobias da Vai-Vai, incorre repetidamente todos os domingos em via pública.” – Marcelo, do Blog do Insight.

E por aí vai(vai) o texto que é muito pertinente e merece uma leitura. Não me contive e decidi comentar aqui também:

Como brasileiro que sou, tenho de concordar que essa manifestação é algo tipicamente nacional e por isso traz todo o meu apoio. É necessário gritar e fazer barulho quando a ocasião assim se mostra necessária.

Se o próximo não mostrar-se compreensivo e resignar-se a aceitar os eventuais choques culturais e sociais, é preciso lembrar que tal manifestação não é oriunda de apenas uma questão individual, mas de uma representação em prol do coletivo que tem como função manter (da melhor maneira possível) um nível de organização e comunhão com sua sociedade.

Se o conflito é inevitável, fiquemos do lado daquele que melhor representa as qualidades que muitos brasileiros precisam.

Entendam como quiser.